Calema quer a consagração

Mai 17 • Cultura, STP • 1214 Views • Sem comentários em Calema quer a consagração

O duo que forma a banda Calema quer conquistar mais espaço na cena musical são-tomense. Os irmãos de Angolares no sul de São Tomé, já estão a trabalhar no segundo álbum, que garatem vai ser uma agradável surpresa para o público.

Há quem os trata por “Leandro e Leonardo são-tomense” mas é como Calema que Fradique e António Mendes Ferreira querem ser reconhecidos.

“É sempre muito bom ser comparado a cantores como Leandro e Leonardo, mas preferimos ser chamados de Calema porque só assim as nossas musicas terão a magia que têm, só assim nos identificariam”, afirmaram.

A dupla que vem do extremo sul de São Tomé mais concretamente de Angolares, tem relativamente 3 anos de carreira oficial, no entanto explicaram ao reporterstp.info que o início fora dos palcos tem pelo menos 7 anos.

“Nós começamos muito cedo a fazer playback das músicas que tinhamos em casa e também as que passavam na rádio. Depois de um tempo começamos também a mostrar o nosso lado artístico na escola. Antes era apenas um hobby, mas depois, foi necessário mostrar ao país o que fazemos melhor”, explicaram.

E o que fazem melhor é subir ao palco, cantar e encantar.  Foi o que aconteceu após a gravação do primeiro disco com 10 faixas. Denominado “Ni Mondja Anguene”, algumas músicas cedo cairam na boca do povo, a mais cantada foi Santomé. Ainda assim o álbum de acordo com o duo não teve o sucesso esperado, por isso, almejam mais espaço na senda musical das ilhas. Para isso, já está em fase de produção um novo trabalho.

“Queremos fazer um disco que tenha mais a nossa presença. Nomeadamente nas edições, nas produções, tudo. Só assim podemos dar o nosso toque pessoal, e de certeza que será uma agradável surpresa para o público” pontuaram.

O género romântico vai continuar a ser a preferência para o novo álbum que poderá traduzir-se na consagração da dupla no seio musical do arquipélago.

Brany Cunha Lisboa

 

 

 

Artigo relacionado

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

« »