Adivinha-se a formação de uma “geringonça” em STP

Out 19 • Política, STP • 335 Views • Sem comentários em Adivinha-se a formação de uma “geringonça” em STP

O Tribunal Constitucional são-tomense reafirmou esta sexta-feira a vitória do ADI nas eleições legislativas de 7 de Outubro. O organismo finalizou a recontagem dos votos, que ditou 25 deputados para o ADI de Patrice Trovoada, o que confere uma maioria simples.  Já o MLSTP/PSD assegurou o segundo melhor resultado com 23 deputados, a coligação MDFM/PCD/UDD conseguiu 5 deputados e o Movimento Cidadão Independente 2 deputados.

Juntos os partidos da oposição garantem sustentabilidade a um governo a vir a ser liderado pelo MLSTP/PSD de Jorge Bom Jesus. Apesar de os resultados definitivos das legislativas avançados pelo Tribunal Constitucional terem conferido uma maioria simples ao ADI de Patrice Trovoada, tanto Delfim Neves, mandatário da Coligação MDFM/PCD/UDD como Elsa Pinto, mandatária do MLSTP/PSD garantiram que, “é da oposição o direito de formar governo”. Os dois líderes pediram mesmo ao Presidente da República Evaristo de Carvalho para “queimar etapas” e não convidar o ADI, primeiro classificado a formar governo. “Seria uma irresponsabilidade da parte dele. Há um acordo de incidência parlamentar entre os partidos da oposição. O senhor Presidente tem em mãos os resultados e deve agir de acordo com eles”, garantiram.

De recordar que, Evaristo de Carvalho já assegurou publicamente que pretende chamar em primeiro lugar o partido mais votado para formar governo. Por tudo isto, poderá estar à vista em São Tomé e Príncipe a formação de uma espécie de geringonça apoiada pela oposição que diz estar pronta para “chumbar” um eventual governo minoritário encabeçado pelo ADI.

Brany Cunha Lisboa

Foto: google.pt

 

Artigo relacionado

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

«