Evaristo de Carvalho é empossado Presidente

Set 4 • Política, STP • 348 Views • Sem comentários em Evaristo de Carvalho é empossado Presidente

“Promover o bem estar económico, social e cultural, a estabilidade e um futuro melhor para o povo são-tomense” são os desígnios do novo Presidente da República que assumiu este fim de semana (03) os destinos do país. Evaristo de Carvalho tornou-se no quarto Chefe de Estado democraticamente eleito nas ilhas, numa cerimónia realizada na emblemática praça da independência em São Tomé, que contou com a presença do Presidente cessante Pinto da Costa ao contrário do que vinha a ser propalado dias antes da tomada de posse.

Foram muitos os que acorrem à praça da independência, na capital são-tomense, para assistir a cerimónia pública de investidura de Evaristo de Carvalho como o quarto Presidente do arquipélago no quadro do regime plural e democrático. No seu primeiro discurso à nação, o novo Chefe de Estado não deixou de registar o “simbolismo inédito em democracia” que é o facto de pela primeira vez um presidente tomar posse fora do hemiciclo parlamentar. “Foi nesta praça da independência que em 12 de Julho de 1975 congregaram-se milhares de são-tomenses felizes e esperançosos de poderem como homens e mulheres livres tomar conta dos seus próprios destinos”, frisou.

Se por um lado, abre-se de certo uma nova página na democracia e na história política são-tomense com o Presidente da República e o primeiro-ministro a vestirem a mesma camisola política, por outro, há algum receio nomeadamente por parte da oposição que, nem se quer se fez representar na cerimónia de posse, de que se possa estar aqui a abrir caminho para uma espécie de “ditadura de partido único”.

No entanto, Evaristo de Carvalho assumiu que veste afinal a camisola de São Tomé e Príncipe. E como Presidente de todos os são-tomenses quer “promover o bem estar económico, social e cultural , a estabilidade e um futuro melhor para o povo”, afirmou.

A ver vamos o que acontece. Para já, Evaristo de Carvalho tem o benefício da dúvida do povo e de todo o corpo diplomático que se fez representar na sua tomada de posse, com destaque para Portugal, Angola, Brasil, Guiné Equatorial e Taiwan bem como a CPLP.

A cerimónia ficou ainda marcada pela troca de cadeiras entre o Presidente cessante Pinto da Costa e Evaristo de Carvalho, coisa que muitos duvidaram que aconteceria, já que dias antes da cerimónia ouvia-se na praça pública das ilhas que tal como toda a oposição, Pinto da Costa não iria comparecer a tomada de posse do seu sucessor.

Brany Cunha Lisboa

Artigo relacionado

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

« »