Governo acusa ADI de incitamento à violência

Mai 6 • Política, STP • 762 Views • Sem comentários em Governo acusa ADI de incitamento à violência

O governo são-tomense responsabiliza o ADI na oposição para o que possa vir a acontecer durante o período de campanha eleitoral com vista as próximas eleições. O partido de Patrice Trovoada é acusado de incitamento à violência, após declarações enflamadas proferidas pelo seu secretário-geral Levy Nazaré na última sessão plenária do parlamento.

Na altura Levy Nazaré afirmou que”o  ADI tem um compromisso com este povo e com o país e que nada nem ninguém abalará a sua firme e determinada convicção de assumir e cumprir esse compromisso nem que para isso venha a custar a vida de alguns”.

Declarações “quentes” carregadas de tons ameaçadores, que obtiveram esta semana resposta direta do governo.

O executivo reunido em conselho de ministros assegurou que registou com preocupação as palavras do líder da oposição. Acusou mesmo o partido de Patrice Trovoada de querer incitar violência pré-eleitoral.

“ Tais declarações pressupõem ameaças veladas de intenção de criar distúrbios quando o país caminha para a realização das eleições, autárquicas, regional e legislativas”, afirmou o ministro porta-voz do governo Jorge Bom Jesus.

Em jeito de recado para a oposição, o conselho de ministros enfatizou 3 pontos importantes: 1-“as eleições vão se realizar na data em que forem marcadas, criadas as condições para o efeito”, 2-“o apelo a violência e manifestações de preparação de desacatos é inadmissível num contexto de criação de condições para realização das eleições”, e 3-“responsabilizar o ADI pelo que possa acontecer por causa dessas declarações despropositadas e ameaçadoras”, pontuou o ministro porta-voz do governo.

Brany Cunha Lisboa

Artigo relacionado

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

« »