OGE aprovado perante o silêncio da oposição em STP

Abr 27 • Política, STP • 404 Views • Sem comentários em OGE aprovado perante o silêncio da oposição em STP

Com 30 votos a favor do ADI no poder mais 1 da UDD  na oposição, o Orçamento Geral do Estado para 2015 foi aprovado na generalidade. O resto da oposição absteve-se. Avaliado em cerca de 154 milhões de dólares, o documento terá como prioridades o sector da energia e da educação.

Patrice Trovoada considera que o OGE para o ano em curso, é perfeitamente exequível e realista. O chefe do governo garante mesmo que os fundos orçamentais já estão garantidos.

«Este orçamento é um bom orçamento, é realista, é honesto, é humilde, é um orçamento que conta com os recursos quase todos garantidos. Nos voltaremos cá para o próximo ano, para o próximo exercício com um país mais forte e mais bem preparado para enfrentar os desafios do futuro», palavras do primeiro-ministro Patrice Trovoada esta segunda-feira no parlamento.

Perante uma oposição pouco interventiva, o chefe do executivo acompanhado pelo seu elenco, explica algumas das prioridade para os próximos 7 meses que ainda faltam para completar o ano. Colmatar a crónica crise energética cada vez mais agudizada, surge em primeiro lugar. A ideia é levar luz a todos os cantos do país. A educação também é destaque forte nesse OGE, que é para o governo o OC, Orçamento do Cidadão. Trovoada já anunciou a construção de um novo liceu, desta vez no distrito de Lobata.

No campo económico, o governo espera com a implementação deste orçamento, inclinar a balança de crescimento na ordem dos 5% e fazer cair a inflação que se encontra atualmente em 6% em 0,5 pontos percentuais.

Uma sessão plenária atípica, onde a oposição constituída pelo MLSTP/PSD, PCD e UDD preferiu contribuir quase sempre com o silêncio, para a aprovação de um tão importante documento que deverá reger toda a intervenção governativa nos próximos tempos.

Desta forma, o plenário que devia debater e/ou contradizer o documento na generalidade em 2 dias, durou apenas 1 hora, ao contrário do que dita o regimento da casa parlamentar.

O OGE ou OC continua a ser analisado desta vez na especialidade, nesta terça-feira.

Brany Cunha Lisboa com RTPA

Artigo relacionado

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

« »