PR propõe eleições simultâneas em São Tomé e Príncipe

Mai 29 • Política, STP • 784 Views • Sem comentários em PR propõe eleições simultâneas em São Tomé e Príncipe

O chefe de estado são-tomense Manuel Pinto da Costa, propôs esta terça-feira aos partidos políticos a realização em simultâneo das eleições autárquicas, regional e legislativas numa data à indicar. O PCD e o MLSTP/PSD que sustentam o governo já vieram a público aplaudir a iniciativa do presidente.

Após o adiamento das eleições autárquicas e regional inicialmente previstas para Julho por falta de meios técnicos e financeiros, Pinto da Costa decidiu propor aos partidos políticos do arquipélago, a realização destas eleições em simultâneo com as legislativas previstas para 2014.

Para o chefe de estado, os constrangimentos financeiros que o país, bem como a Comissão Eleitoral Nacional vivem no momento, poderiam ser minorados caso as eleições fossem todas elas realizadas num só período.

“Acresce ainda, que no calendário eleitoral o país terá que realizar  até 2022, 8 eleições gerais em 9 anos, facto que deve ser alvo de uma reflexão  cuidada e serena, que deve envolver não só a classe política como toda a sociedade civil.

Nesse pressuposto e atendendo à situação económica e social que o país atravessa, decidi propor aos partidos políticos a realização em simultâneo das eleições legislativas, autárquicas e regional no Príncipe, tendo como base o próximo recenseamento eleitoral e a actualização dos cadernos eleitorais daí decorrente, em data a anunciar logo que esteja ultrapassada a ausência de condições técnicas, materiais e financeiras que nos conduziram à actual situação” , clarificou.

O presidente é ainda de opinião de que, a junção das eleições num só período pode vir a combater o fenómeno banho e concorrer para uns escrutínios mais livres e justos.

O PCD e o MLSTP/PSD que suportam o governo no poder, já vieram aplaudir a iniciativa de Pinto da Costa. O presidente do MLSTP/PSD Jorge Amado, corrobora as palavras de Pinto da Costa ao dizer, “que a medida poderá concorrer para pôr cobro a onda do banho, já que no período eleitoral o país para, não há produção”, já Sebastião Santos do PCD vai mais longe e pede, “ a adição das eleições presidenciais no conjunto de realizações simultâneas de eleições, mas avisa, que tudo só poderá ser realidade, se para além de leis eleitorais e de mandatos for também alterada a constituição da República.

Até ao fecho desta reportagem não foi possível ouvir as reações do ADI maior partido da opisição, bem como o MDFM/PL com assento parlamentar,… declarações que prometemos assim que possível trazer aos nossos leitores.

Brany Cunha Lisboa

Artigo relacionado

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

« »