São Tomé e Príncipe abstém-se na votação sobre a Crimeia na ONU

Abr 1 • Mundo, Política, STP • 1085 Views • Sem comentários em São Tomé e Príncipe abstém-se na votação sobre a Crimeia na ONU

A abstenção foi o voto escolhido por São Tomé e Príncipe, Angola, Brasil, Moçambique, Guiné-Bissau e Timor-Leste e grande parte dos países africanos. Dos lusófonos, apenas Portugal e Cabo Verde votaram a favor da condenação.

São Tomé e Príncipe, tal como a maioria dos países lusófonos, absteve-se no voto das Nações Unidas condenando a anexação da Crimeia à Rússia, uma resolução proposta pelas novas autoridades da Ucrânia e com apoio dos EUA e países da União Europeia.

A abstenção foi o voto escolhido por São Tomé e Príncipe, Angola, Brasil, Moçambique, Guiné-Bissau, e Timor-Leste e grande parte dos países africanos. Dos lusófonos, apenas Portugal e Cabo Verde votaram a favor da condenação.

O jornal moçambicano Mediafax escreve, na sua edição de hoje, que, tal como a África do Sul, São Tomé e Príncipe, Angola e Moçambique absteve-se na linha de orientação da China, Índia, Brasil, Irão e outros 20 países, num total de 58 votos.

Cabo Verde, República Democrática do Congo (RDCongo), Malawi, Madagáscar, Maurícias e Nigéria fazem parte dos 100 países que votaram a favor, com os Estados Unidos e a Ucrânia.

Já a favor da integração da Crimeia na Rússia estiveram Zimbabwe e Sudão. A Crimeia pertencia à Rússia, até 1954. A maior parte da sua população é russa.

O referendo de anexação foi proposto pelo governo autónomo da Crimeia, aliado de Moscovo, depois que o governo pro-Rússia da Ucrânia foi derrubado em Fevereiro por líderes que defendem relações mais próximas com a Europa. AIM

Africa21 digital com reporterstp

Artigo relacionado

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

« »