STP quer erradicar o paludismo

Set 12 • Saúde, STP • 1067 Views • 1 comentário em STP quer erradicar o paludismo

Os números são claros e não deixam quaisquer margens para dúvidas. Em 2014 foram registados perto de 1000 casos de paludismo e nenhuma morte. Cerca de 1/6 dos casos em relação há anos anteriores, o que pressupõe no entender do Centro Nacional de Endemias que a luta contra o paludismo está a ser ganha. O próximo passo é a erradicação.

Numa altura em que arranca a segunda fase da campanha de pulverização intra-domiciliaria, as autoridades são-tomenses sonham com um objetivo maior na luta contra o paludismo. Tal como já é realidade na ilha do Príncipe, também em São Tomé promete-se entrar rapidamente na fase de pré-eliminação da doença. Os números registados até a data reforçam esse desiderato.

“Em relação ao ano passado o resultado é bastante bom, porque neste momento nós temos ,…portanto, até a semana 27 que é em termos epidemiológicos metade da semana anual tivemos cerca de 1000 casos. Portanto, em relação aos anos precedentes é praticamente 1/6 daquilo que nós registamos nos anos anteriores. E em termos de mortalidade não tivemos qualquer caso de óbito”, esclareceu o diretor do Centro Nacional de Endemias, Arlindo Carvalho.

O reforço no combate à doença é uma realidade abraçada por todos, já que é notório um esforço nacional, para reduzir os hipotéticos focos de produção dos mosquitos causadores do paludismo. A pulverização às casas com apoio da cooperação Taiwanesa tem sido outra das fundamentais armas de luta para as autoridades sanitárias.

O bom resultado na luta contra o paludismo já começa a transparecer também  no mercado do turismo das ilhas.

“Diziam lá fora que São Tomé e Príncipe é um país de muito paludismo, mas agora podemos mostrar para os turistas que o país já não está como estava há uns anos no que toca ao paludismo, sobretudo, o exemplo do ano 2008 em que houve muita mortalidade por causa do paludismo”, palavras do operador turístico Paulo Afonso.

Numa altura em que o governo quer fazer do turismo uma verdadeira alavanca do desenvolvimento e o facto de o país estar no leque dos principais destinos para 2014 segundo a CNN, reforçam ainda mais a vontade das autoridades de erradicar de uma vez por todas esta doença que foi durante décadas a maior ceifadora de vidas no arquipélago.

Brany Cunha Lisboa

RM:RTPA

Imagem: google

 

Artigo relacionado

One Response to STP quer erradicar o paludismo

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

« »