São Tomé e Príncipe cria grupos de proteção da biodiversidade

Ago 7 • Sociedade, STP • 1028 Views • 2 comentários em São Tomé e Príncipe cria grupos de proteção da biodiversidade

Foram formados dois grupos para a proteção da biodiversidade marinha e da biodiversidade dos parques naturais das ilhas. O projeto financiado pelo fundo internacional para o desenvolvimento agrícola vai durar 3 anos.

Os grupos criados vão ao longo do projeto de proteção da biodiversidade marinha e gestão dos parques naturais desenvolver estratégias bem definidas.

“É um grupo de trabalho que vai analisar a situação da biodiversidade na zona tampão e propor estratégias de conservação, de valorização e de aproveitamento do ponto de vista económico”, explicou o coordenador do projeto Victor Bonfim.

São Tomé e Príncipe conta com um ambiente e uma biodiversidade para muitos, únicas no mundo com várias de espécies de animais e plantas endémicas, mas hoje é cada vez mais evidente os desafios para a preservação desses valores.

“Devido a uma certa perca de algum valor da biodiversidade, mas também devido a utilização que é feita dos recursos da biodiversidade”, repisou.

Para o governo é imperativo a tomada de consciência por parte dos cidadãos, sob pena do país ter de preparar-se para lidar com os fenómenos naturais decorrentes das mudanças climáticas.

“As alterações climáticas que se fazem sentir com alguma preocupação, também  a nível do nosso país, reclamam a adoção de medidas que acautelem uma utilização racional dos recursos baseados numa gestão e administração coerente e sustentável do ambiente”, garantias do ministro da agricultura António Dias.

O projeto é financiado pelo FIDA na ordem dos 2 milhões de dólares e vai durar 3 anos.

Brany Cunha Lisboa

 

 

 

 

 

 

 

Artigo relacionado

2 Responses to São Tomé e Príncipe cria grupos de proteção da biodiversidade

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

« »