Cacau é mote para o 1º encontro de empresas e agrónomos da CPLP em STP

Mar 17 • Sociedade, STP • 941 Views • Sem comentários em Cacau é mote para o 1º encontro de empresas e agrónomos da CPLP em STP

A produção de cacau de qualidade em São Tomé e Príncipe, está a ser explorada pela rede de segurança alimentar da CPLP, como um bom exemplo para o financiamento da agricultura familiar.

«Muitos dos nossos visitantes vêm nos perguntar o que se tem feito no quadro da investigação e melhorias para combater pragas e doenças quando se fala do cacau. Isto para eles é fundamental já que reconhecem que o país tem muitas potencialidades para se afirmar como um dos maiores produtores de cacau de qualidade», garantiu Celso Garrido presidente da rede de segurança alimentar da CPLP.

Numa altura em que a fome ainda é um dos maiores flagelos mundiais, os países da CPLP reunidos neste 1º encontro da rede das associações de segurança alimentar e nutricional região em São Tomé, procuram soluções para mudar a atual realidade. O rigor agrícola no setor do cacau nas ilhas, assume destaque.

«São Tomé tem estado a trilhar um caminho sólido, com pensamento para o futuro e estou surpreendido com o rigor que põe nas operações», afirmou um dos empresários presente no encontro.

«Estamos a ter uma experiência bastante boa, saber como é que as pessoas produzem, como é que se organizam em cooperativas e é uma experiência útil porque nós também estamos a dar passos neste sentido e penso que podemos levar muita desta experiência», palavras de Aguinaldo David, plataforma das ONG`s de Cabo Verde.

Mesmo tendo cerca de 65% da população no limiar da pobreza e sendo país dependente de recursos provenientes da agricultura, a experiência são-tomense na produção do cacau  pode vir a concorrer em grande medida para a criação de estratégias de luta contra a fome na CPLP.

Brany Cunha Lisboa

Foto:Google

Artigo relacionado

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

« »