Comando da polícia nacional justifica uso da força

Ago 22 • Sociedade, STP • 882 Views • Sem comentários em Comando da polícia nacional justifica uso da força

A polícia nacional são-tomense, justificou esta quarta-feira o uso da força contra os manifestantes de Diogo Vaz.

Em comunicado lido na televisão são-tomense, o comando alega que os manifestantes negaram o diálogo, e foram arremessados paus e pedras contras os agentes de intervenção.

A versão da polícia nacional, contrasta com a dos manifestantes que acusaram os agentes de excesso de zelo.

Num comunicado divulgado pelas antenas da televisão pública, a polícia garante que no local tentou em primeira instância o diálogo.

“Nós tentamos fazer ver a população de Diogo Vaz que esta manifestação era uma manifestação ilegal, mas negaram o diálogo”, garantiu o comunicado.

A polícia vai mais longe na sua justificação para o uso da força. Garante que os agentes foram insultados com palavras que ferem a moral pública e foram arremessados paus e pedras contra os agentes.

“Perante este cenário, tivemos que intervir, o que resultou na detenção de cerca de 20 pessoas”, confirmou.

A polícia terminou o comunicado, ao dizer que não vai tolerar atos de sublevação da ordem pública e vai usar todos os meios ao seu alcance para garantir a estabilidade e segurança das populações.

O incidente em Diogo Vaz ocorreu na última segunda-feira. Os manifestantes ergueram barricadas na estrada principal que liga à Santa Catarina como protesto contra a falta de água potável na região.

Um problema transversal a diversas regiões do país que ainda veem-se a braços com enorme carências no que ao abastecimento de água e eletricidade diz respeito.

Em Diogo Vaz a manifestação acabou mal, dos 20 detidos, 4 encontram-se ainda sob a tutela policial, aguardando para serem presentes ao ministério público.

Brany Cunha Lisboa

Artigo relacionado

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

« »