Começou a primeira reunião magna da CEAST no território são-tomense

Mar 13 • Sociedade, STP • 760 Views • Sem comentários em Começou a primeira reunião magna da CEAST no território são-tomense

O Presidente da Conferencia Episcopal de Angola e São Tomé e Príncipe, D. Gabriel MBilingue, fez abertura na quarta – feira da primeira Assembleia deste ano da CEAST com a presença de Núncio Apostólico, 25 Bispos e o Arcebispo de São Tomé e Príncipe e Angola, Novatus Rugambula.

D. MBilingue afirmou que se nota uma inflação de confissões religiosas, com convivência nem sempre pacífica e um testemunho de vida muitas vezes não conforme com valores do Evangelho.

Muitos, em nome de Deus, vêm com palavras dóceis para confundir a verdade no seio da igreja católica, escondendo o verdadeiro objetivo; chegando a enganar as populações com falsas promessas ou curas, fazendo que elas percam tempo e dinheiro.

A mentalidade mágico-feiticista e suas nefastas consequências para a convivência social. «Não duvidamos que seja também uma grande alegria para os santomenses este partilhar a vida eclesial, social, económica, politica de Angola na pessoa dos seus pastores, presentes, fisicamente, em São Tomé», precisou.

O líder da CEAST, deixou ficar bem claro que: este encontro com a igreja de Cristo em São Tomé e Príncipe por parte dos Bispos angolanos, irá reforçar ainda mais os laços que unem na fé, esperança e caridade e, pastoralmente, contribuirá para uma maior cooperação, solidariedade, comunhão e unidade, apesar da diversidade dos contextos de Angola e São Tomé e Príncipe.

Colaboram para ações pastorais conjuntas para a elaboração de planos pastorais trienais para os dois países. «A presente Assembleia da CEAST, é a primeira de 2014 e fora de Angola, servirá, igualmente de ocasião para fazermos um balanço do passado pastoral, que foi dedicado ao tema da Família 2011-2013 e iniciarmos o novo triénio, centrado sobre a Nova Envangelização, após a rica experiência do Ano da Fé, encerrado na Festa do Cristo Rei do Universo a 24 de Novembro de ano passado», concluiu D. Gabriel Mbilingue.

Inter Mamata/Telanon

Artigo relacionado

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

« »