Fui ao “ídolos” promover-me enquanto aspirante a cantor e eventualmente colher a médio ou longo prazo os frutos disso-Márcio Vera Cruz

Fev 13 • Cultura, Sociedade, STP • 712 Views • 1 comentário em Fui ao “ídolos” promover-me enquanto aspirante a cantor e eventualmente colher a médio ou longo prazo os frutos disso-Márcio Vera Cruz

Tem hoje muitas amizades e alguma influência entre os músicos portugueses, sobretudo os da escola dos ídolos de Portugal e outros concursos televisivos como o Factor X. Márcio Vera Cruz primeiro são-tomense a participar no programa televisivo português Ídolos em 2010, já tem várias músicas resultado de parcerias com inúmeros cantores e espera lançar o seu primeiro trabalho solo em finais de 2014.

Ficou conhecido do grande público após a sua surpreendente e ousada participação no programa televisivo da SIC, ídolos de Portugal em 2010. Foi o primeiro são-tomense a fazê-lo.

“Essa participação abriu-me muitas portas, isso levou-me a muitos lugares da Europa que não seria possível em condições normais. Um dos resultados é o projeto no qual canto com astro da música portuguesa que recentemente participou no Factor X de Portugal, Daduh king. Criei ainda juntamente com outro concorrente dos ídolos Guita Pimpolhp um projeto que se intitula “Café com Leite” e que já está a ser preparado, tenho também outra música para o mesmo projeto com uma das participantes da “Casa dos Segredos 4”, explicou.

As luzes da ribalta acenderam-se e Márcio Vera Cruz quer aproveita-las ao máximo para projetar a sua carreira musical fora e dentro de São Tomé e Príncipe.

“O objetivo não era vencer era simplesmente promover-me enquanto aspirante a cantor e eventualmente colher a médio ou longo prazo os fruto disso, pois na altura era impossível sonhar em querer algo mais já que nem completamente legalizado em Portugal eu estava”, afirmou.

Mas, os frutos já estão aí a vista de todos. Diversas músicas em parceria com músicos portugueses já estão gravadas ou na forja, e surgiram até convites para participar em vários outros concursos e programas de televisão.

“Fui mesmo convidado para vários programas e eventos da SIC como “Companhia da Manhã, Zapping etc”, confirmou.

Márcio Vera Cruz diz estar a aproveitar bem as portas abertas através do concurso televisivo. Já tem nas rádios alguns sigles de promoção do seu primeiro trabalho solo que espera lançar em dezembro de 2014.

“Como sou um artista multifacetado,  irá ser um álbum rico devido a tudo que já tenho vindo a absorver desde a minha infância. E posso dizer que será um álbum que terá uma mistura de estilos como a nossa Puita, o Afrohouse, o House Eletrónico, o Semba, o Gheto Zouk, a Taraxinha e o R&B”, concluiu.

Márcio Vera Cruz, um novo valor para o panorama musical são-tomense que desde já promete no seu primeiro trabalho unir modernidade à cultura para atingir todas as faixas etárias dentro e fora do arquipélago.

Brany Cunha Lisboa

Artigo relacionado

One Response to Fui ao “ídolos” promover-me enquanto aspirante a cantor e eventualmente colher a médio ou longo prazo os frutos disso-Márcio Vera Cruz

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

« »