São Tomé e Príncipe regista melhoramento das condições de vida da população

Set 26 • Sociedade, STP • 1638 Views • Sem comentários em São Tomé e Príncipe regista melhoramento das condições de vida da população

O país registou um avanço, no que toca ao abastecimento de água potável e energia às populações e um crescimento populacional que contrasta com a baixa da produção.

O aumento da produção,  com vista ao abastecimento dos mercados nacionais e a dinamização do setor exportador, estão entre os principais objetivos do governo são-tomense que de acordo com os dados do IV recenseamento geral da população e da habitação vê-se confrontado com um aumento da população em cerca de 45% nos últimos 10 anos.

No entanto, se o aumento da população é um problema para o governo que terá agora de encontrar formas de aumentar a produção, outros dados do mesmo recenseamento que teve lugar nos meses de Maio e Junho de 2012, indicam um melhoramento das condições de vida da população são-tomense.

“Em relação ao recenseamento passado, houve uma melhoria significativa. Há mais pessoas a consumir energia elétrica, o acesso a água potável quase à toda gente, o saneamento ainda continua a ser um problema, embora tenha aumentado um bocado, mas ainda é um problema” explicou a diretora do Instituto de Estatísticas Elsa Cardoso.

São dados atualizados, que poderão ajudar o governo a planificar melhor as áreas de intervenção.

“A partir dessas informações, o governo consegue identificar áreas prioritárias de investimento nos domínios da saúde, educação, habitação, saneamento básico, transporte, energia, programas de assistências a infância e a velhice e bem assim, selecionar locais que necessitam de programas de estímulo ao crescimento económico e desenvolvimento social”, confirmou o ministro do plano e finanças Hélio Almeida.

Os resultados definitivos do IV Recenseamento geral da população e habitação do arquipélago, revelou ainda entre vários dados curiosos, que no país existem afinal mais mulheres do que homens. Cerca de 50,3% são senhoras e 49, 7 % corresponde aos senhores.

As ilhas comportam um total de 178.379 habitantes, divididos na sua maioria pelos distritos de Água Grande e Mé-Zóchi.

Brany Cunha Lisboa

Artigo relacionado

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

« »