Supremo suspende ordem de expulsão dos dois portugueses

Out 2 • Sociedade, STP • 564 Views • 1 comentário em Supremo suspende ordem de expulsão dos dois portugueses

O advogado dos dois portugueses e três romenos que receberam ordem de expulsão do país, já foi notificado da decisão do supremo tribunal de justiça. O supremo declarou procedente o recurso interposto pelo advogado dos visados e suspendeu a medida de expulsão adoptada pelos serviços de migração e fronteiras.

Os dois portugueses e três romenos fazem parte de uma equipa, que está no arquipélago alegadamente para dar formação à técnicos são-tomenses em montagens de palcos, luz e equipamentos de sons. Foram trazidos pelo ADI no âmbito da campanha eleitoral e segundo o secretário-geral do partido Levy Nazaré, que se queixa de “perseguição”, estarão legalmente documentados e autorizados a estarem no país até a segunda semana de outubro.

De acordo com declarações dos próprios visados, teriam recebido ordem de expulsão dos serviços de migração e fronteiras de São Tomé e Príncipe por alegada falta de segurança, devido o período de campanha eleitoral em marcha. Mas, há outra versão que é pública. Segundo os registos de entrada nas ilhas, os dois portugueses e três romenos seriam empresários que vieram à negócios, mas, para as autoridades esse registo era alegadamente um disfarce apenas para se penetrarem no país, o verdadeiro motivo seria a participação na campanha eleitoral do partido ADI.

De que lado está a razão ainda não se sabe. O certo é que a ordem de expulsão foi suspensa pelo supremo e os visados podem circular livremente durante o tempo vigente no visto de entrada no país.

Este episódio por ora acabou em bem, mas poderia eventualmente respingar e/ou beliscar as relações entre o arquipélago e Portugal sendo este um dos principais parceiros de desenvolvimento das ilhas. Entretanto, o ministério dos negócios estrangeiros e comunidades português já veio dizer que desconhece uma tal ordem de expulsão à cidadãos portugueses em São Tomé e Príncipe.

Brany Cunha Lisboa

Artigo relacionado

One Response to Supremo suspende ordem de expulsão dos dois portugueses

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

« »